Linux – Compartilhando treinamento

Quando iniciei meus estudos no mundo da informatica la em medados de 2009, um professor me perguntou se eu teria interesse em dar aula, diretamente respondi que não. Fui embora e fiquei refletindo sobre o quão agregador poderia ser dar aula para meu desenvolvimento pessoal e profissional, após esse entendimento dar aula entrou como meta…

Continue reading →

Linux – Instalando o SMcli

O que é o SMcli? Shell para interação com storages da Dell, IBM, onde coletamos informações, ou executamos alguma ação de criar lun, setar disco como spare, tirar snapshot da lun, etc.   Instalação

 

Continue reading →

Linux – Compartilhamento simples com Samba no CentOS7

Instalando e configurando o serviço

  Cliente no Linux MODO1

  Cliente no Linux MODO2

  E no /etc/fstab

 

Continue reading →

Linux – Ativar rc.local no CentOS7

Bummm

 

Continue reading →

Linux – PHP7.1 como padrão no Apache

1 – Instalar pacotes e iniciar serviços

  2 – Alterar confs

  3 – Testar

   

Continue reading →

Linux – Bind externo primário CentOS7 e secundário Debian9

Ambiente 1 – Preparar ambiente

  2 – Configurar o /etc/named.conf

  3 – Configurar /var/named/db.labs.eti.br

  4 – Configurar /var/named/db.128.190.35.in-addr.arpa

  5 – Configurar /var/named/db.13.196.35.in-addr.arpa

  6 – Preparar ambiente

  7 – Configurar /etc/bind/named.conf.local

  8 – Testes https://www.whatsmydns.net/#NS/labs.eti.br

 

Continue reading →

Linux – Ações RAID com mdadm

  Criando partição para RAID, tipo 0xFD

  Criando LVM

  Converter uma RAID1 para RAID5

  Instalando mdadm

  Parar uma RAID

  Criar Raid0 (sdb + sdc) = md0 = raid0

  Criar Raid1 (sdd + sde) = mdq = raid1

  Criar Raid5 com um…

Continue reading →

Linux – Criando uma ISO com mkisofs

 

 

Continue reading →

Linux – Autofs

Autofs é uma forma de montar um disco sob demanda, um exemplo simples seria um disco com objetivo de backup ao qual é requisitado somente um período do dia e o restante fica em standby, ou seja, desmontado. A configuração dele por padrão utiliza dois arquivos, criando primeiro o  arquivo “MAP” como exemplo /etc/nome.master com…

Continue reading →